Seria pecado não te amar


Seria pecado não te amar

Enquanto o teu corpo em mim for belo
o pecado será sempre impiedoso e cruel…
Acorrentado ao gosto de Deus pelas mulheres,
santificado sejas ao escutar meu apelo
ao perdão de um pecado que pintei em leve rímel
fruição das castidades no ato de me escolheres
de entre tantas outras companhias apreciáveis
bem vistos aos olhos dos senhores plausíveis….

O castigo imposto pelo velho verbo respeitar
onde corre vermelho o calor de te prostituir
entre nossas pernas a certeza da cinzenta tristeza,
que eu pleno de desejo te ofereço a ira do ciúme…
Queria poder gritar religiosamente que te quero amar
longe das mordaças dos preconceitos que insistem destruir
tudo que os respeitosos testamentos queimam no atroz lume
seguindo os caminhos do Senhor impondo-te o estatuto de puta…

Enquanto teu sorriso no lindo rosto encarcerado viver,
correrei nas ruelas ensanguentadas pela nossa luta
as mesmas onde o senhor carregou a cruz e irá perdoar…
Quem não me perdoará tem pois as mãos a arder
das pedras e das palavras na ponta da língua,
que em blasfémias atiraram apenas por eu te amar…
O pecado! O pecado foi escrito no julgamento do insano senhor
que entre as muralhas chamou bruxa ao meu amor….

Bendito seja Deus na Terra…perdoa-me senhor…
por amar a linda escrava acorrentada sobre a lei divina
Perdoa-me de bom grado, faço-te esse apelo
pelos tormentos das mentes que não conhecem o amor.
Enquanto o meu coração em mim for belo…
A pena será impiedosa, mas minha alma jamais a ela se inclina
agora que nos envolvemos no doce veneno da paixão
cerrando os olhos em lágrimas cruxificadas pelo coração….

Robert

4 comentários:

Sandra Amorim disse...

Anjo, lindos versos sofridos...Fique bem!

Nalva disse...

Só os homens condenam Rob,Deus É Amor...A insanidade vem dos homens...foram eles que nos queimaram na fogueira...

É uma instigante poesia,repleta de amor e de paixão...linda e fortíssima...desafia quem se colocar contra...Deus É Amor,não esqueça isso...qualquer dogma e julgamento ao amor e a paixão,não é por Deus e sim pelas leis dos homens ...

Beijos amado!

Denise Matos disse...

Acredito que em relação ao amor, tudo é perdoado aos olhos de Deus.
Extremamente forte essa sua poesia, Robert. Precisa ter coragem pra escrever versos tão intensos assim.

Meus sinceros aplausos pra vc. Bjos...

Patricia Paula disse...

Tive de ler este poema várias vezes de tão contraditório. Ou então simplesmente ainda tenho muito que aprender. Mas surpreedi-me em quanto gosto do poema... de uma maneira estranha.
É de certo um poema intenso!

Abraço, Patrícia Marques.
http://judimarques.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...