Descansa em Paz amiga…


Descansa em Paz amiga…

Neste meu sonho surpreendente e cego de amor demente
voo no desejo irreflectido de amar tudo num salto sem rede
nesta minha cruz de me dar e jogar na fogueira fielmente
e depois afogar-me irremediavelmente de pura sede…

Mergulhando na superfície da loucura procurando a luz
encostado ao espelho enlameado a sonhar de pés no chão
onde brota a semente infértil que a morte em mim traduz
em saudade que jorra como lava em campos de escuridão…

Continuo a correr descalço nas afiadas hastes do penedo
pressionando cicatrizes de perda entre a pedra e a neve
como acreditando que o poeta insano à vida nada deve
mesmo sabendo que se esconderá nas entrelinhas com medo.

Contar à vida os amigos perdidos na bruma deste velho trilho,
contar a um e a outro a razão porque choro na escura estrada
gritar com as ondas do mar querendo-lhes roubar o brilho
não afasta os fantasmas do meu ser que chora a doce fada..

Abro a janela para entrarem os duendes e as estrelas cadentes
deste meu sonho afogado nas cascatas que correm nos olhos
as páginas abortam as palavras na corrente de ar ardente
que chega com ruidosa guilhotina que mata loucos aos molhos
no dia em que realidade me deixou sem silabas e sem cantiga
e a poesia me sussurra no ouvido…perdeste uma amiga…

Robert


Três anos de muita saudade...descansa em paz amiga...

2 comentários:

Denise Matos disse...

Dolente poesia, Robert... quanta saudade que chega a doer na gente, mas muito bem escrita por vc.
Espero que após ter lançado à poesia, esse sentimento esteja calmo dentro de vc, posto que devemos fazer da saudade algo gostoso de sentir, mais leve ao nosso coração. Aplausos pra vc e bjos em seu coração...

Nalva disse...

Perder um amigo dói demais...mas perder um amigo-amor é dor por muitas e muitas vidas...Eu sei!...Se foi de mim o meu primeiro amor!...

É aquele que tu nas horas de desamor lembra e gostaria que tivesse contigo...e não tens mais chance de encontrar...

Nunca mais...pensar em nunca mais,é não ter mais controle de nada...é perder-se pra sempre...aí vem um consolo...acreditar em re-encontros ,em outras vidas...é mais fácil de levar,de aceitar...de viver!

Senti o que sentiste...chorei contigo...beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...