AMOR


AMOR

Rios apaixonados que serpenteiam os montes
Onde, as brisas salpicam dentro do meu peito
o amor erudito pintado nos horizontes.

Façamos a poesia a que lhe cabe por direito
desejos banhados em doutrinadas fontes
que transbordam amor no nosso leito.

Robert

5 comentários:

Juliana Castelar disse...

Ela é linda! Feliz dia dos Namorados meu amiguinho! Beijos na Alma doce

Bia Hain disse...

Oi, Robert! Que lugar melhor para viver o amor e o desejo do que no leito? Adorei! Um abraço!

Bia Hain disse...

Oi, Robert! Que lugar melhor para viver o amor e o desejo do que no leito? Adorei! Um abraço!

Flor Morena disse...

Dia dos namorados??? Nossa... eu estou por fora mesmo... mas poesia é um mar que nos serpenteia, limita nossos espaços geográficos, arranca de nós suspiros de saudade, transforma-nos em desbravadores. Poesia nasce e desagua na nossa alma. Quem tem alma poética, consegue ver além do umbral da janela um mundo imaterial.
Abraços da Flor... estava com saudades de navegar por aqui.

Anónimo disse...

Seu blog está cada dia mais lindo! Parabéns...Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...