Desejos


Desejos

Desejo-te em qualquer raciocínio,
entre o gelo quente e ardor fresco.
Desejo sorver o rumor do fascínio
entre os teus lábios fendidos e febris…
Desejo deslizar pelas vertentes do ventre
e pela sinfonia da garganta…desejo ser música
ou o silêncio onde afluem gritos nos vales e montanhas
…desejo ser fogo...
Desejo ser Irreprimível queimadura...paixão
Ah…ilegalidade da razão…vento…tempestade...
Beijo …desejo ser o beijo que te beija,
Desejo ser a loucura sem cura…
Desejo penetrar na doçura da areia
no lume entre pernas…nua,
nua na luz queimada…nua na pele
da pupila…no gozo…no desejo…

Robert

3 comentários:

Sandra Amorim disse...

Já chegou tirando nosso fôlego né?rs... Ai menino! Que saudade de vc! bjs

Anónimo disse...

na ilegalidade da razão....a loucura sem cura que me queima, p-aixão. Ariel

Anónimo disse...

meu poeta da loucura.....misterioso homem de carne e osso, cheio de sensualidade, vou passar a vida toda lendo-te pedacinho por pedacinho:
nas tardes inteiras/
onde o amor acorda/
onde o desejo sofre nas desmedidas/
insinuas na alma o amor que floresce/
no âmago, tirando a calma/
na pele, imprimindo fogo/
é paixão, é desejo, é amor/
é intenso/
será eterno...
somenteariel

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...