Na nudez em que fui louco


Na nudez em que fui louco

Contemplo tua existência nua
tateando tuas brisas…fui louco...
Não sei se o gozo é meu sendo a cama tua
ou se tudo te pertence…o que seria pouco!

A nudez eu lambi…sim… assim fiz!
Sinto na boca o clitóris borbulhar sem piedade…
Tamanho é o prazer que não sei se sou apenas feliz.
Nem se desejo sê-lo…morreria assim…sem castidade!

Robert

2 comentários:

• Eva Correia disse...

... "Eu desejo que a cada dia que passe, você ame mais.”
Expresse em intensidade todo este desejo que não cabe "preso" dentro de ti, e que as palavras ousam conceber.

Beijos Meus

Franciane Monteiro disse...

Uma bela "Foda" poética...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...