Tua voz rouca…gemeu em mim…


Tua voz rouca…gemeu em mim…

Tua voz escreve em mim doce e rouca
todas as histórias de amor na minha boca,
enquanto beijo louco o braço até à mão,
vedado de castidades procuro-te no chão…

Entre os seios e a envolvente lembrança,
minha memória não teme em alcançar o mar
nas vertigens que gritamos soltas pelo ar
abrindo as portas para amar com esperança…

Sinto entrar o vento pela fresta deste amar
em aromas de uma brisa quente e perdida,
que subitamente poisa em mim incontida
cavalgando nos gemidos que estamos a suar..

Apertas os corpos e saltas com prazer …e sem rede
iluminas-te ai a ai cada ai, e vais surgir sem fingir
que me bebes de um só trago a sorrir
como um gemido que volta contra a parede….

Sou eu apaixonado sonhando que salto o muro,
e todas as paginas em que te procuro…

Robert














4 comentários:

Nádia Santos disse...

Achei muito ardente, linda!

Bia Hain disse...

Robert, sua poesia envolve sexo de uma maneira peculiar, que me encanta. É quente e doce ao mesmo tempo. Belo talento! Um abraço!

Mel disse...

Sensibilidade tamanha,mistura amor,sexo...e pelo que se lê amizade,pois o beijo do braço à mão é um sinal de respeito...de devoção,de carinho!
Poesia maravilhosa ditada pelo coração!

Beijos Poeta!

Anónimo disse...

você faz amor como ninguém com as letras, seu ser procura, se envolve, goza, na poesia que existe dentro eu cavalgo e suo gemidos....rsrsr continua o livro, que estou louca para ler..um abraço amigo
Ariel

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...